5º URE DETERMINA VOLTA AS AULAS NA REDE ESTADUAL

A 5ª Unidade Regional de Ensino (5ª URE) comunicou que as aulas na rede pública estadual de ensino em Santarém, oeste do Pará devem ser retomadas ainda nesta semana. O processo de contratação de professores temporários para substituir os que estão em greve desde o dia 25 de março foi autorizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). “A partir de segunda-feira (27), vamos nos organizar com os contratados para dar início novamente ao ano letivo de 2015. Nesta semana com certeza as aulas das escolas do Estado devem ser reiniciadas”, ressaltou o diretor da 5ª URE, Dirceu Amoedo.
Amoedo informou ainda, que desde a semana passada, currículos de educadores temporários  estão sendo analisados e mais documentos devem ser encaminhados à Seduc para contratação de profissionais de educação conforme a necessidade. A estratégia de contratar professores temporários para substituir os que estão em greve foi anunciada pela Seduc na última sexta-feira (24).  A medida deve ser adotada em mais de 1.054 escolas do sistema de ensino estadual que estão com as aulas paralisadas por causa do movimento dos servidores da educação.
 
Segundo a 5ª URE, 900 professores lotados em Santarém, Belterra, Mojuí dos Campos e Aveiro aderiram à greve. Os servidores que tiverem interesse de voltar às atividades não serão substituídos.  “É uma medida para garantir o direito dos alunos, da sociedade de ter aula. Não é nada contra o professor, o educador que quiser continuar em greve pode permanecer”, esclareceu Amoedo.
Pauta de reivindicações.
O Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública do Pará (Sintepp) disse que o governo não entrou em negociação para solucionar as reivindicações da categoria.  Os servidores cobram a  reforma das escolas, aprovação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) voltado para funcionários de escola, e solução de problemas relacionados à lotação dos servidores em 2015.

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: