Em Santarém, operação da PF prende duas pessoas com 500 selos de drogas sintéticas

A Polícia Federal deflagrou ontem, quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018, a Operação Ecstasy, que teve início com a prisão em flagrante de duas pessoas portando 500 selos de droga sintética com características de LSD. Os suspeitos foram presos no momento em que tentavam retirar a encomenda que havia chegado pelos correios em um envelope.
 
Na manhã de hoje, 22, a operação teve seu desdobramento com o cumprimento de 4 (quatro) Mandados de Busca a Apreensão, todos no Município de Santarém. Cerca de 20 policiais realizaram as buscas. Em um dos locais, foram encontrados vários medicamentos de uso proibido no Brasil de procedência estrangeira, uma quantidade considerável de medicamentos de venda controlada de procedência desconhecida, além de uma grande quantia em dinheiro totalizando mais de 72 mil reais.
 
O responsável pelo material foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal de Santarém para ser autuado em flagrante pelo crime de contrabando e comercialização ilegal de produtos para fins terapêuticos ou medicinais de procedência ignorada.
 
O material foi apreendido e será submetido à perícia e análise. A deflagração da operação também contou com a participação de servidores da Receita Federal do Brasil e da Vigilância Sanitária Municipal de Santarém.
 
   
 
A investigação visa colher provas da participação dos envolvidos em Tráfico de Drogas, Adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais e Contrabando.
 
*O nome da operação se deve a um tipo de droga sintética.
 
Fonte: RG 15 / O Impacto com informações da Assessoria de Comunicação Social da PF/Santarém

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: