ESTÁ PRESO O ESTUPRADOR E MATADOR DE BARBARA LIRA EM PARAUAPEBAS

Durante coletiva de imprensa na tarde deste domingo (30), o superintendente regional de Polícia Civil, delegado Marcelo Delgado, agradeceu ao apoio que recebeu da imprensa, polícias Militar e Civil, e deu detalhes sobre a prisão de Douglas Pantoja Corrêa, 21 anos, acusado de ter assassinado a garota Bárbara Lira Ferreira, 13 anos de idade.
 
“O trabalho da polícia foi bem feito. Dar a notícia desta prisão nos motiva a trabalhar cada vez mais em prol dos munícipes”, destacou Marcelo Delgado, afirmando que estava há uma semana sem ver sua esposa e familiares por estar envolvido totalmente nas investigações do crime da garota Bárbara Lira Ferreira.
 
O crime que ceifou a vida da estudante ocorreu no dia 22 de novembro, nas proximidades da Praça da Bíblia, onde a garota foi encontrada sem vida, estuprada e golpeada no pescoço e no coração.
 
Segundo a polícia, o homicida é natural de Belém do Pará, mora em Parauapebas há seis anos, é evangélico e frequentava a mesma igreja que Bárbara Lira congregava, a Deus é Amor.
 
Na coletiva, os delegados Marcelo Delgado e Thiago Carneiro apresentaram à imprensa Douglas Pantoja, que em declarações prestadas aos repórteres confessou o crime e em poucas palavras disse que não tinha mais nada a falar, e estava arrependido.
 
“Através de investigações em sigilo absoluto com o apoio de outros policiais, inclusive de outros municípios, conseguimos levantar informações e provas que foram apresentadas ao juiz criminal Líbio Moura, que por sua vez decretou a prisão do elemento Douglas Pantoja Corrêa. Tivemos informações que ele estava em São Domingos do Araguaia, a 210 quilômetros de Parauapebas, e a partir daí fomos até o outro município e tivemos êxito na prisão do acusado”, relatou Thiago Carneiro.
 
O delegado Marcelo Delgado ficou dois dias naquele município e conseguiu prender o acusado no sábado (29), que estava se dirigindo para a igreja evangélica Deus é Amor, na companhia dos pais.
 
No momento da prisão, Marcelo Delgado e sua equipe estavam descaracterizados, porém, Douglas Pantoja Corrêa não esboçou reação à prisão.
 
“No final da semana passada duas mulheres foram assassinadas de formas semelhantes em Parauapebas. Porém, foram casos isolados e graças a um trabalho de inteligência da Polícia Civil os dois acusados estão presos e à disposição da Justiça”, enfatizou Marcelo Delgado, afirmando que a imprensa e população de modo geral precisam ter cautela em divulgar informações.
 
“Não podemos acusar pessoas inocentes, como, por exemplo, o namorado da garota Bárbara, que foi julgado pelas redes sociais. Quando uma pessoa compartilha uma foto com informações falsas, ela também responde junto. Afinal, isso gera um pânico desnecessário à população”, relatou a autoridade.
 
Douglas Pantoja Corrêa era ex-namorado da jovem Bárbara Lira. De acordo com os delegados que desvendaram o crime, Bárbara terminou o relacionamento com Douglas e iniciou o namoro com outro jovem, porém ainda vinha tendo contatos via aplicativo whatsapp com Douglas.
 
Na sexta-feira (21 de novembro), Bárbara e Douglas teriam marcado um encontro. Por volta das 23 horas, Douglas foi até a residência de Bárbara e a levou em uma motocicleta modelo biz para o Morro dos Ventos, nas proximidades da Praça da Bíblia.
 
Em depoimento, Douglas Corrêa confirmou que no local manteve relações sexuais com Bárbara Lira, com o consentimento da vítima, e logo após a esfaqueou. De acordo com Marcelo Delgado, por mais que a relação sexual fosse com o consentimento de Bárbara, se caracteriza estupro, tendo em vista que a garota é menor de 14 anos de idade.
 
Além de Douglas Corrêa ter confessado o crime, as autoridades policiais estão com várias provas que confirmam a confissão, como o aparelho celular de Bárbara Lira, encontrado com o acusado. A motocicleta usada no crime também foi apreendida e passará por perícias para ver se vestígios de sangue são encontrados no veículo.
Informações e fotos: Blog do Vela Preta

Comentários

Barbara Lira , parauapebas

pra dar facada no coração e no pescoço é golpe rápido , se vê que não foi com consentimento da vítima não , porquê há várias manchas de luta nela , ela lutando contra ele pra conseguir levantar e correr dele

Barbara Lira

tem bastantes manchas nela inclusive as perto dos cotovelos dela , que mostra que ela lutou bastante para se levantar e correr dele

Barbara Lira

o maníaco aí usou preservativo para não ficar vestígios dele no corpo dela para quando a polícia achasse ela

sobre BARBARA LIRA , CASO PARAUAPEBAS

não foi com consentimento não , ha manchas de luta nos braços dela perto do cotovelo dela , o cara na hora do estupro nem o sutiã dela tirou , ele deve ter inventado uma história pra atrair a vítima pro local

BISARRO

MUITOS JULGAMENTOS E VÁRIOS ASSASSINATOS Á LÍNGUA PORTUGUESA.

" eu sou a luz do mundo..."

Os dois são tão jovens , envolvidos nessa história de horror , em outra realidade ela e ele seriam até amigos ! O que fez esse monstro ter coragem de fazer isso ? Não dá pra entender. O.O o que tá acontecendo com esse mundo ??

Re:" eu sou a luz do mundo..."

O mundo governado por satanás, o o diabo.

Re:" eu sou a luz do mundo..."

O mundo governado por satanás, o o diabo. So se vê isso...

leis mais rígidas nesse país

Tão linda ! :(

Novo comentário

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: