Jovens criam aplicativo que informa sobre viagens de barco em Santarém

Com uma visão além dos rios da região, dois jovens, um natural da comunidade ribeirinha Vila Boim, no município de Santarém, Maickson Boim, de 23 anos; e o outro natural da comunidade ribeirinha Calvário, da cidade de Monte Alegre, Taissir Wilkerson Carvalho, de 28 anos, criaram um aplicativo, denominado “Embarcar” que possibilita saber informações sobre o transporte hidroviário de Santarém e região.
 
Tudo começou durante a participação em uma oficina de empreendedorismo do Projeto Saúde e Alegria em agosto de 2014. A missão dada no curso foi de criar um aplicativo voltado para área de transporte. Inicialmente os jovens analisaram a possibilidade de trabalhar com o transporte coletivo urbano, mas perceberam que era muito mais interessante e inovador focar no transporte hidroviário, primeiro porque é um dos mais utilizados na região e também, segundo eles, por observarem que é um transporte pouco explorado na área tecnológica.
O “Embarcar”, ainda em fase de desenvolvimento, nesta primeira fase vai possibilitar que o usuário tenha acesso a informações sobre embarcações disponíveis, rotas, horários, valor da passagem, tempo de viagem, lotação e escalas. Todas essas informações poderão ser visualizadas na tela de um smartphone ou na versão da web (https://www.embarcar.net/site/). O usuário vai inserir localidade de onde está saindo e informar um destino. Clica no botão procurar, em seguida aparece uma lista com todos os resultados de embarcações que existem para o destino selecionado.
“É mais um canal que vem para facilitar a vida do viajante. As pessoas estão muito conectadas e a tecnologia vem para facilitar a vida. Pesquisamos e observamos que no Brasil e até mundo ainda não tem aplicativo nesse meio de transporte. Tem aplicativos para avião, ônibus. E aqui na nossa região como para muitas cidades o acesso é só por meio de barco, é algo muito utilizado, vimos a necessidade de criar”, afirma o graduado em educação física e professor de informática, Maickson Boim.
Além da pouca utilização do tema na criação de tecnologias, Taissir Carvalho que trabalha com desenvolvimento web há 12 anos e está se graduando em análise e desenvolvimento de sistemas, conta que a inspiração para o app também partiu de necessidades pessoais.  “Pela própria extensão do porto da nossa cidade. Às vezes chegamos a um local para procurar um barco, mas o barco está distante de onde estamos, praticamente do outro lado. Essa dificuldade que enfrentamos nos estimulou muito. Eu acredito muito na transformação social que esse aplicativo vai trazer, no impacto, na mudança de hábito da população de modo geral trazendo essa facilidade de acesso a essas informações”.
O aplicativo ainda não está disponível para download para os smartphones, pois os idealizadores estão participando de um concurso nacional por meio do Ministério das Comunicações. Foram escritos mais de 1 mil projetos, e o “Embarcar” conseguiu se habilitar para a próxima fase com outras 500 ideias. O concurso selecionará 100 projetos inéditos e originais de aplicativos de interesse público para dispositivos móveis com prêmio no valor de R$ 50 mil para cada app selecionado.
Os jovens contam que a ideia é que num segundo momento, o aplicativo tenha a opção de compra de passagens, dando comodismo para o viajante e colaborando com os donos de embarcações. A ideia é seguir a linha de aplicativos nacionais voltados para outros tipos de transporte. “O primeiro foco é a região norte, mas estamos estudando outras regiões que utilizam o transporte hidroviário. A nossa intenção e sonho é que ele seja replicado para outros países e em outros idiomas”, diz esperançoso, Maickson.
Se a ideia não for selecionada no concurso, o app  será disponibilizado para download gratuito no início do mês de novembro.
 
Fonte: g1

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: