MAIS DOIS ASSALTANTES DO BASA DE PLACAS CAPTURADOS

A prisão de mais dois elementos foi efetuada durante a manhã desse sábado na cidade de Altamira.
Um dos assaltantes foi baleado e preso no dia do assalto numa estrada vicinal próximo a cidade de Placas outros três foram capturados quando se dirigiam pela estrada rumo a Altamira, eles estavam em um carro Saveiro e duas motocicletas Broz. Houve troca de tiros dos policiais com os assaltantes na rodovia Transamazônica próximo ao Distrito Alvorada no km-140 na zona rural de Uruará.
 
                                                                    Presos em Altamira - só falta um.
Após a troca de tiros os bandidos embrenharam-se na mata e os policiais civis contando com o reforço de policiais militares entraram em perseguição e durante a madrugada prenderam Fernando Matos, de 22 anos, mecânico na cidade de Altamira, que dirigia o Saveiro dando fuga aos assaltantes.
 
Sabedores que o restante do bando era oriundo da cidade de Altamira os policiais permaneceram no encalço dos assaltantes e já na manhã desta sexta-feira (20) por volta das 11h, lograram êxito na missão conseguindo capturar mais dois integrantes da quadrilha do assalto ao Basa de Placas.
 
 
Foram presos Weliton Almeida Costa, de 31 anos, que disse ser ajudante de pedreiro na cidade de Altamira, e Cleisson Silva Duarte, 24 anos. Com eles foram apreendidas armas de grosso calibre utilizadas no assalto, três espingardas calibre 12 de repetição, uma metralhadora 9mm e um fuzil parafal calibre 762.
Outros dois integrantes da quadrilha que estavam em duas motocicletas Broz conseguiram fugir pela Transamazônica e em seguida entraram em um dos travessões que cortam a rodovia sendo esses os presos nas primeiras horas da manhã desse sábado 21/03 já na cidade de Altamira PA.
Todos os presos foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil de Uruará para serem submetidos aos procedimentos cabíveis. Em depoimento Fernando Matos contou que receberia a quantia de R$20.000,00 para vir buscar os assaltantes em Uruará onde possivelmente fariam outro assalto.
Fernando disse também que um malote com o restante do dinheiro roubado ficou para trás no meio do mato, fato não confirmado pela polícia, o mesmo ainda confessou que era responsável pelas armas, o assaltante não quis informar quem é o chefe da quadrilha nem como conseguiram as armas.
As armas foram encontradas enterradas no meio da mata. Os dois assaltantes presos na manhã desta sexta-feira estavam pedindo carona no km 150 da Transamazônica comunidade chamada vila Planalto, zona rural do município de Uruará, eles estavam se passando por colonos na localidade quando foram presos.
Participaram da operação que resultou na prisão dos assaltantes os policiais civis investigadores Sílvio Alex e Célio Salvador, delegado Walison Damasceno, os policiais militares, sargento Rita Costa, soldados Wagner, Josiney, Campinas, Bentes, sob o comando do major Márcio Abud, além do sargento Robson, cabo André, soldado Bastos e Iglesias da Rotam.
 
Com informações DOL

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: