MATADOR DA GAROTA DE ÓBIDOS É PRESO

O personal trainer (instrutor de musculação) Antonio Eduardo Souza Nascimento, de 21 anos, acusado de matar a universitária Ingred Kassia da Costa Tavares Israel, de 28 anos, contou detalhes do crime após ser preso em flagrante nesta terça-feira (21). Ele confessou o crime. 
 
Segundo informações da Polícia Civil, o acusado procurou atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento da Cidade Nova, após o crime, onde levou quatro pontos, pois teve uma das mãos cortada com um golpe de faca. Depois, foi para a casa de sua família, onde acabou preso. 
 
Em depoimento ao delegado, o preso admitiu ter matado a universitária, mas afirma que agiu em legítima defesa. Segundo ele, a vítima teria o convidado para manter relações sexuais, no final de semana, mas o encontro apenas teria ocorrido na segunda-feira. Ele afirma que, enquanto estavam juntos na casa da vítima, teria tido uma discussão com ela. 
 
Logo em seguida, segundo a versão do acusado, a vítima teria se armado com  uma faca de cozinha e depois uma tesoura, e chegou a feri-lo na mão. Antonio Eduardo alega que, durante a briga, a vítima escorregou e caiu. Foi então que pegou a faca no chão e passou a esfaqueá-la. Antonio negou ter roubado qualquer objeto de valor da vítima, afirmando que apenas levou a faca usada no crime. 
 
Antonio Eduardo foi preso em sua casa, na travessa WE-60, do conjunto Guajará, em Ananindeua, na Grande Belém. Com ele, a faca usada para matar a vítima foi apreendida. O acusado alega que matou para se defender. O crime tem motivação passional. 
 
Ele foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio e ficará recolhido em uma unidade do Sistema Penitenciário do Pará à disposição da justiça. 
 
(DOL com informações da Polícia Civil)

Comentários

PENA DE MORTE PRA ELE.

Sem sombra de dúvidas, pena de morte para esses tipos de crime, ainda mais quando trata-se de Réu confesso deve existir no Brasil.

Novo comentário

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: