MERCANTILISMO POLÍTICO E PROSTITUTO NA IGREJA DA PAZ

Durante toda a minha vida eu tenho demonstrado um profundo respeito aos evangélicos de todas as cores e siglas, não mudei e não mudo jamais minha opinião sobre eles, porém tenho que me indignar com o que vem acontecendo em Santarém com alguns "pastores" da Igreja da Paz, verdadeiros mercenários da fé, negociantes políticos e mercadores de influência.

Já não se pode mais orar focado em Jesus e no Espirito Santo com tantas diabos atormentando a mente do crente com nomes e siglas partidárias de outros verdadeiros capetas da terra. O Sr. Reginaldo Campos, pastor e político, mesmo depois de ter levado o que merecia, sua amarga derrota nas urnas, ainda não aprendeu que o Templo é sagrado e deve ser respeitado, que o crente ta lá para reverenciar Jesus Cristo, aprender as escrituras sagradas e obedecer a Deus e não para ser usado como cobaia, ser vendido como sardinha enlatada, ou mesmo ser coagido a votar em quem o Pastor Zé ou João mandar. 

Leia passagem bíblica que muitos pastores esquecem......

“E [Jesus] encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados; tendo feito um azorrague de cordas, expulsou a todos do templo, bem como as ovelhas e os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas, e disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de Meu Pai casa de negócio. Lembraram-se os Seus discípulos de que está escrito: O zelo da Tua casa Me consumirá.” S. João 2:14-17." )

Verereador Reginaldo Campos

Esse Pastor Reginaldo ainda se prostitui politicamente, corrompendo se e envergonhando seus seguidores, dia desses ele andava fazendo campanha pela criação do Estado do Tapajós e soltando capetas, cobras e lagartos no atual governador do Estado, ( temos arquivos para provar ), hoje ele já mudou de lado como se fosse um jogador de futebol que teve seu passe vendido para outra sigla e bandeira, assim mesmo com essa prostituição escancarada ele quer que seu povo o siga, pelo menos tenta. Tudo bem que ele tem todo o direito de mudar de lado, de cara, de nome e até de sexo se ele quiser, e também tem todo direito de convidar seu povo para ir junto na barca dele, mas pelo menos respeite o Templo, a casa de Deus, respeite aqueles crentes que não querem ser vendidos, alugados ou vilipendiados, respeito a causa de Jesus.

Com todo o respeito, apreço e consideração que tenho pelos líderes da Igreja da Paz, reitero que a Igreja não se macula, não se mancha com essas condutas que são isoladas, peço que suas lideranças revejam esses conceitos de pastores pescadores do interesse próprio e os destituam da Igreja que está acima disso tudo.

  

omentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: