PM DO PETRAN NÃO FOI APRESENTADO NA DP

O Policial Militar Sgt. Carlos Antônio do PETRAN que invadiu a contra mão e se chocou de frente com um mototaxista ontem na frente da UPA da Curuaúna cometeu várias infrações: primeiro há relatos de que ele estava dirigindo com sintomas de embriaguez, isso está colocado no B. O. registrado na Polícia, e num relato da Tenente Rakel comandante do PETRAN conforme mostramos em fotos e prints.

Depois o Sargento saiu do carro de arma em punho apontando para os curiosos, não procurou socorrer a vítima que agonizava no chão nem minimizar os danos na moto que explodiu e pegou fogo, se preocupou antes em se esconder com a ajuda de uma guarnição da PM que o levou para casa em vez de apresentá-lo na DP para os devidos procedimentos.

O Sargento Carlos Antônio é um policial experiente, com vários anos de serviço, é conhecido de todos e é extremamente amigo, bem humorado e prestativo. Atualmente ele vive em um balneário de sua propriedade no Bairro do Mararú onde recebe clientes e amigos nos finais de semana quando não está de serviço.

 

 

Embora o caso em questão tenha chocado a família da vítima  e a população, acreditamos que as devidas providências serão tomadas, a punição seja aplicada e o policial em questão seja responsabilizado na medida de sua culpa.

Mais uma vez reitero, não há comprovovação de que ele estava alcolizado, pois como não foi apresentado não foi feito o exame de dosagem alcoolica, mas o caso está eivado de erros de percurso e deveá ser apurado rigorosamente.

Estou enviando duas cartas/convite ao Comandante do 3º BPM Coronel André Carlos Oliveira e a Comandante do PETRAN Tenente Rakel para participarem do Patrulhão amanhã, espero que eles aceitem participar para esclarcermos as dúvidas para a população.

 

Comentários

erro

O nome do bairro é Interventoria e não "Interventuria" citado na carta convite.

Re:erro

è verdade Leitor, o erro está no papel timbrado vamos corrigir, Interventoria é o certo. será corrigido. Obrigado pela dica.

nada

Não haverá punição. Alguém acha o contrário? Não pela corporação. O correto era conduzir os envolvidos ou para o psm ou delegacia, o que não foi feito.

Novo comentário

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: