SEGUNDO TURNO VAI TER TUCANO ASSADO

Depois de um pífio e desatroso resultado nas eleições para senador do lado tucano, um racha geral está sendo aguardado, Simão Jatene tinha totais condições de eleger o Senador para ocupar a última vaga que pertence ao Pará, mas em vez de firmar um nome apenas, o que prometeu para Jeferson Lima, para Helenilson Pontes e para Mário Couto ele resolveu andar com os três a tira-colo, sabendo que só existia uma vaga, porque isso? Ah! É simples, eles eram puxadores de votos para o Jatene é claro, mas Simão Jatene não se importou com a confusão e o homicídio político dos três Bambinos, apenas disse em particular para cada um deles  - Tú serás o meu candidato oficial! Final da história, nenhum deles se elegeu, essa manobra, digamos nefasta, causou a ira implacável de pelo menos dois deles: Helenilsom Pontes e Mário Couto que agora querem beber sangue de tucano a qualquer preço.

O que pode acontecer no segundo turno das eleições no Pará, Mário Couto pode virar para o lado de Helder como vingança, como desejo de devolver a trairagem de Jatene e é claro, esperando um lugar ao sol ou a sombra no governo de Helder.

Helenilson se não buscar um jeito de se aninhar em algum lugar, já pode passar um pano no seu Vadi Mecum para voltar a advogar, Jatene, se eleito, o vice é outro, ou seja, Helenilson virou zero a esquerda, se apoiar Helder pode ficar no ninho, mas com cara de patinho feio.

O PT de Dilma vai desembarcar sua infantaria no Pará ainda essa semana, Dilma, Lula e Cia não querem nem sonhar em ver o PSDB do Pará respirando e fortalescendo Aécio Neves. Se a máquina estatal do Pará vai cuspír dinheiro para eleger Jatene, as basucas do PT vão derramar é ouro, diamantes, fogo, cobras, lagartos e até Santos para eleger Helder.

O Helder e sua equipe de campanha já estão trabalhando desde as primeiras horas da madrugada de segunda para equilibrar a preferência de votos na capital e  aumentar ainda mais a vantagem no interior, sobretudo nas duas Regiões mais defensoras de sua eleição: Carajás e Tapajós que não conseguem engolir o fato do Governador Simão Jatene ter prometido ficar neutro na camapnha de divisão do Estado e não ter cumprido, além de bancar a campanha do NÃO com dinheir opúblico.  

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

 

        

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: